Marcação Tática
Pré-Temporada: Atlético-PR
11 Janeiro, 2017
0
,

A fórmula do Atlético-PR é antiga e já comprovou seu sucesso em outras temporadas: mesclar jovens promessas com jogadores experientes foi o meio que levou o Furacão aos vôos mais altos nas últimas temporadas. E deve ser assim mais uma vez em 2017. Para dar apoio ao crescimento dos jovens, o Atlético foi bem ao mercado e se reforçou com jogadores experientes (até mesmo Gedoz, que apesar de apenas 23 anos tem rodagem importante no futebol europeu).

 

A manutenção de Paulo Autuori, responsável por ótimo trabalho em 2016, também é importante. Conhece o grupo e as características do time, que vai precisar neste ano melhorar o rendimento longe da grama sintética da Arena da Baixada se quiser chegar mais longe. Em meio ao calendário recheado, a tendência é que apesar da chegada de jogadores mais rodados o time siga oportunizando chances aos mais jovens como Cascardo, Renan Lodi, João Pedro e Giovanny.

 

Importante, porém, a baixa de Hernani negociado com o Zenit da Rússia. Melhor jogador do time em 2016, foi fundamental na recuperação mudando de posição e passando a jogar mais recuado ao lado de Otávio e qualificando a saída de bola. Matheus Rosseto, seu substituto natural, não tem o mesmo fôlego e Deivid, a outra opção, não tem a mesma qualidade no passe. Achar uma maneira de manter a força defensiva com boa saída de bola será fundamental para Autuori encontrar um bom caminho.

 

atleticopr_pretemporada

Com exigência menor que os concorrentes, o Atlético-PR pode se aproveitar da pressão inferior para brilhar ainda mais. Dar os passos de acordo com o tamanho das pernas é importante para um time que parece sempre disposto a surpreender mas não pode deixar de lado o que sabe fazer de melhor.

 

TÉCNICO: Paulo Autuori (no comando desde março de 2016)

CHEGARAM: Jonathan (LD – Fluminense); Felipe Gedoz (M – Clubb Brugge-BEL); Luis Henrique (A – Botafogo) e Grafite (A – Santa Cruz).

SAÍRAM: Jorge Fellipe (Z – Madureira); Hernani (V – Zenit-RUS); Mosquito (A – Boavista); Marcão (A – Botafogo-SP); Crysan (A – Audax); Bruno Furlan (A – América); Lucas Fernandes (A – Fluminense) e Luan (A – Palmeiras).

A PROMESSA: João Pedro (M – 19 anos). O talentoso meia canhoto já ganhou as primeiras oportunidades em 2016 embora tenha sido titular apenas uma vez. Nesta temporada, a tendência é que ganhe mais espaço. Muito elogiado pela inteligência tática e pela capacidade de pensar a frente dos outros jogadores.

(Em 2016 a aposta foi em Crysan. Aproveitado no primeiro semestre, acabou emprestado ao Oeste onde fez Série B apenas regular. A pedido de Fernando Diniz, disputará o Campeonato Paulista pelo Audax)

FIQUE DE OLHO: Thiago Heleno (Z – 27 anos). Depois de conviver com muitos problemas ao longo da carreira, parece finalmente ter atingido o que se esperava quando surgiu no Cruzeiro. Mais maduro, foi peça fundamental na ótima campanha e na excelente defesa do Atlético-PR em 2016 e pode ser peça fundamental na nova temporada embora ainda não tenha a permanência sacramentada.

EM 2017: Campeonato Paranaense (briga pelo título), Copa Libertadores (fase de grupos), Copa do Brasil (quartas de final) e Campeonato Brasileiro (meio da tabela).

 

AS APOSTAS DO BLOG EM 2016 (em negrito os acertos): Copa Sul Minas Rio (briga por título), Campeonato Paranaense (favorito ao título), Copa do Brasil (quartas de final) e Campeonato Brasileiro (zona intermediária).

0

Sobre o autor

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Lanús, Almirón, 4-3-3

A virada épica do Lanús e a força de Almirón

A fórmula do Atlético-PR é antiga e já comprov...

Leia mais
Atlético-MG, Atlético-PR, Campeonato Brasileiro

Derrota justa do “Rogerbol” no Horto

A fórmula do Atlético-PR é antiga e já comprov...

Leia mais
Everton Ribeiro, Flamengo,

Onde encaixar Everton Ribeiro no Fla?

A fórmula do Atlético-PR é antiga e já comprov...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta