Marcação Tática
Onde encaixar Everton Ribeiro no Fla?
6 junho, 2017
0
,

Após longo período de negociações, o Flamengo usou o dinheiro da venda de Vinicius Júnior para confirmar mais um reforço de peso: Everton Ribeiro chega credenciado pelo título de melhor jogador do país nas duas últimas temporadas que atuou por aqui e ainda com ótimos números no futebol árabe.

 

A pergunta que fica é: onde e como encaixar o jogador num elenco já forte demais do meio para frente? A resposta é simples: em qualquer lugar.

Everton Ribeiro, Flamengo,

No 4-2-3-1 pela direita, onde atuou no Cruzeiro, Everton pode ser o articulador que Zé procurava.

A tendência inicial é imaginar o jogador onde rendeu mais por aqui. Pela direita, no 4-2-3-1, deixando o lado do campo para armar por dentro abrindo o corredor para o lateral. Neste caso, inclusive, Rodinei pode ganhar mais espaço para se aproveitar da sua velocidade para chegar à linha de fundo. Nesta função, Everton dá fluência ofensiva com capacidade para buscar a bola atrás e ainda com ótimo poder de definição no último terço. Assim, é melhor ter um jogador mais rápido e mais agudo do lado oposto. Vinicius Júnior, fundamental para a chegada do jogador, será opção melhor do que Everton. Ainda que tenha apenas 16 anos, já dá os primeiros sinais de que pode rapidamente ganhar espaço no time.

 

Mas não é a única alternativa. Até porque é preciso imaginar como encaixar também Conca, que sequer estreou pelo Flamengo. Embora possivelmente o time perca velocidade com o trio de meias, não é impossível imagina-los jogando junto. Neste caso, Everton pode atuar do lado oposto (importante lembrar que começou a carreira no Corinthians como lateral esquerdo) e Diego seria testado pela direita, função que ocupou no Atlético de Madrid. Assim, seria importante ter Conca mais espetado, para dar profundidade ao lado de Guerrero no ataque.

Flamengo, Everton Ribeiro,

Pela esquerda, Everton colocaria Diego como armador do lado oposto. Conca precisaria encostar em Guerrero para o time não perder profundidade.

Sobra talento para Zé Ricardo montar um time cada vez mais capaz de controlar os jogos e de criar chances de gol para Guerrero. Ainda que o Flamengo siga com problemas no sistema defensivo, com algumas peças pouco confiáveis, é impossível não acreditar que este time estará na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

 

Planejamento e coragem para buscar reforços de altíssimo nível colocam ainda mais pressão em Zé Ricardo. Eliminado da Libertadores, terá mais tempo para se dedicar às competições nacionais (ainda que o time siga na Sul-Americana). Encaixar Everton Ribeiro não será um problema. Mas a cobrança será ainda maior daqui em diante.

0

Sobre o autor

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Atlético-MG, Atlético-PR, Campeonato Brasileiro

Derrota justa do “Rogerbol” no Horto

Após longo período de negociações, o Flamengo ...

Leia mais
atleticoxgodoycruz

Roger potencializa individualidades no Galo

Após longo período de negociações, o Flamengo ...

Leia mais
boa ponta ze

Bota ponta, Zé

Após longo período de negociações, o Flamengo ...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta