Marcação Tática
Pré-Temporada: Athletico-PR
2 janeiro, 2019
0
, ,

O título da Copa Sul-Americana obviamente eleva a expectativa para o Athlético em 2019. Ainda mais com o bom futebol apresentado na reta final da última temporada. Tiago Nunes mesmo com poucos jogos no comando do time deixou marcas importantes no campo e na sala de troféus.

Mas as primeiras notícias não são tão animadoras. A começar pela perda de Pablo, um dos principais jogadores da última temporada. Versátil, móvel e completo, é jogador de difícil substituição. A provável aposta em Marco Ruben, como apontam as últimas notícias, obrigam o time a mudar um pouco o perfil de jogo. Raphael Veiga, outro titular que deixou o elenco, é de substituição um pouco mais simples, ainda que também deva deixar saudades.

De toda forma a base foi mantida e o trabalho tem continuidade, o que certamente é um passo a frente se tratando de futebol brasileiro. O fato de não disputar mais uma vez o estadual com os titulares também aumenta a expectativa: seja de encontrar jovens talentosos que possam entrar no time ao longo do ano como aconteceu com Bruno Guimarães e Renan Lodi na última temporada, quanto para ver a equipe em melhor estágio físico no fim do ano em relação aos concorrentes.

Ainda sem grandes reforços confirmados, manutenção de boa parte do time campeão da Sul-Americana é trunfo para Tiago Nunes

Se ainda faltam peças para dar peso ao time, principalmente no setor ofensivo, a manutenção de jovens que mostraram muita qualidade na última temporada e tendem a crescer ainda mais como Léo Pereira, Renan Lodi e Bruno Guimarães é um alento para um time que poderia ter sofrido ainda mais na janela de transferências.

Com novo nome, novo escudo e novos uniformes, o Athletico precisa seguir o antigo caminho em 2019: ousadia para tentar algo diferente mas cabeça no lugar para entender o tamanho de suas pernas. Assim pode seguir forte na nova temporada.

TÉCNICO: Tiago Nunes (no comando desde julho de 2018)

CHEGARAM: Léo (G – Atlético-GO), Róbson Bambu (Z – Santos), João Pedro (M – Botafogo) e Felipe Gedoz (A – Goiás).

SAÍRAM: Felipe Alves (G – Fortaleza), Diego (LD – Fortaleza), Camacho (V – Corinthians), Guilherme (M – Corinthians), Marcinho (M – São Bernardo), Raphael Veiga (M – Palmeiras) e Pablo (A – São Paulo).

A PROMESSA:  Demethryus (M – 19 anos). Ganhou as primeiras oportunidades no último estadual embora ainda tenha idade sub-20. Meia de boa técnica, ótimo passe e capacidade acima da média nos dribles, precisa melhorar a concentração se quiser ganhar sequência no time principal em 2019.

(Em 2018 a aposta foi Bruno Guimarães que demorou mas ganhou espaço no time titular e foi um dos melhores jogadores da equipe na reta final da temporada. Alvo do futebol europeu, abre o novo ano em alta.)

FIQUE DE OLHO: Renan Lodi (LE – 20 anos). Jogador mais promissor do país na posição, Renan Lodi joga com a naturalidade de um veterano. Tem tudo para se tornar peça-chave e não deve demorar para alçar vôos mais altos.

EM 2019: Campeonato Paranaense (briga pelo título), Copa Libertadores (oitavas de final), Recopa (briga pelo título), Copa do Brasil (oitavas de final), e Campeonato Brasileiro (meio da tabela).

AS APOSTAS DO BLOG EM 2018 (em negrito os acertos): 
Campeonato Paranaense (briga pelo título), Copa do Brasil (oitavas de final), Copa Sul-Americana (quartas de final) e Campeonato Brasileiro (meio da tabela).

2

About author

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

santos

Pré-Temporada: Santos

É uma união com cara de ter tudo para dar errado...

Leia mais
palmeiras

Pré-Temporada: Palmeiras

O atual campeão brasileiro entra 2019 mantendo o ...

Leia mais
internacional

Pré-Temporada: Internacional

No futebol, em geral, o inimigo mora ao lado. Mas ...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta