Marcação Tática
Pré-Temporada: Fortaleza
15 janeiro, 2019
0
,

Campeão da última Série B o Fortaleza deixa dúvidas para 2019. Rogério Ceni mostrou-se um técnico moderno na passagem pelo São Paulo e também na divisão de acesso. Mas saberá jogar de outras formas em um nível que será mais difícil competir? O tricolor que gostava de ter a bola e controlar as partidas no ano passado provavelmente terá que lidar com os jogos de forma diferente este ano. Ou pode acabar sofrendo ainda mais.

Na montagem do time, algumas apostas já deixam sinais de que a intenção é mudar aos poucos. Ceni já falou sobre ter um time mais rápido em 2019. Apostar nas transições pode ser o caminho mesmo que não seja o ponto ideal de jogo do comandante. De positivo, foram poucas baixas em relação ao time da última temporada e transformar aos poucos a ideia de jogo não deve deixar o caminho tão árduo.

Dos que subiram no ano passado, ao lado do Goiás o Fortaleza é o que começa o ano mais estruturado para pensar em Campeonato Brasileiro. É claro que o time ainda deve passar por mudanças ao longo dos primeiros meses e que reforços devem chegar após os estaduais, mas já há uma base capaz de competir. Ponto positivo. Há uma lacuna na zaga que precisa ser corrigida.

Primeiros sinais de Ceni são de time no 4-3-3: muita pegada no meio e velocidade nas pontas para usar transições na Série A.

Como já falamos para outros clubes, o mais importante é ter noção do tamanho das pernas na hora de avaliar o trabalho. É natural que jogadores, dirigentes e treinadores em seus discursos para o público tratem o ano como uma disputa por títulos e glórias. A realidade é mais dura. É preciso competir e saber enfrentar os jogos que vem pela frente.

A permanência de Rogério Ceni é uma excelente notícia para 2019. Mas para o planejamento ter sucesso é importante que o clube saiba os riscos que corre com um técnico com suas ideias. E também que o treinador entenda que é preciso adaptar modelo para jogar em nível mais alto. Assim, o Fortaleza pode ter voltado para ficar.

TÉCNICO: Rogério Ceni (no comando desde novembro de 2017)

CHEGARAM: Felipe Alves (G – Athletico), Diego (LD – Athletico), Patrick (Z – Oeste), Carlinhos (LE – América), Romero (V – Nacional-URU), Paulo Roberto (V – Corinthians), Mádson (M – Sem Clube), Júnior Santos (A – Ponte Preta), Edinho (A – Atlético), Matheus Alessandro (A – Fluminense) e Pedro Júnior (A – Kashima Antlers-JAP).

SAÍRAM: Gabriel Félix (G – Vasco), Adalberto (Z – ABC), Ligger (Z – Red Bull Brasil), Diego Jussani (Z – América), Fabinho (LE – Novo Hamburgo), Leonan (LE – Botafogo-SP), Anderson Uchoa (V – Ferroviária), Igor Henrique (V – Ponte Preta), Jean Patrick (V – Grêmio Novorizontino), Nenê Bonilha (V – Veracruz-MEX), Pablo (V – Sem Clube), João Henrique (M – Sem Clube), Wallace (M – Floresta), Wesley (M – Sem Clube), Dodô (M – Atlético),
Douglas Coutinho (A – Athletico), Getterson (A – Pohang Steelers-COR), Marcinho (A – Sem Clube), Minho (A – Paraná), Rodolfo (A – Capivariano), Wilson (A – Mirassol) e Gustavo (A – Corinthians).

A PROMESSA: Gustavo Coutinho (A – 19 anos) – O atacante que balançou as redes três vezes em quatro jogos na Copa São Paulo já chamou a atenção de Rogério Ceni e pode ganhar minutos no time. Quem sabe, está na base o substituto do homônimo, artilheiro da última temporada.

FIQUE DE OLHO: Roger Carvalho (Z – 32 anos). Com boa rodagem de Série A mas com pouca sequência como titular, terá no Fortaleza a chance de mostrar que pode ter a firmeza necessária em um setor com poucas peças. Sua regularidade será fundamental para o treinador ao longo da temporada.

EM 2019: Campeonato Cearense (candidato ao título), Copa do Nordeste (candidato ao título), Copa do Brasil (oitavas de final) e Campeonato Brasileiro (briga contra o rebaixamento).

0

About author

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

santos

Pré-Temporada: Santos

É uma união com cara de ter tudo para dar errado...

Leia mais
palmeiras

Pré-Temporada: Palmeiras

O atual campeão brasileiro entra 2019 mantendo o ...

Leia mais
internacional

Pré-Temporada: Internacional

No futebol, em geral, o inimigo mora ao lado. Mas ...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta