Marcação Tática
Pré-Temporada: Goiás
16 janeiro, 2019
0
,

Depois de três anos na Série A o Goiás não parece ter voltado para a elite disposto a brincadeiras. Dos quatro que acenderam na última temporada, foi a equipe que buscou os melhores reforços até aqui. Em geral, ao contrário dos concorrentes, o Esmeraldino foi atrás de jogadores com rodagem e costume de disputar a competição mais importante do país.

Com tradição e boa estrutura, o Goiás chama a atenção até aqui no mercado de transferências. Dentro da capacidade financeira, principalmente considerando o tempo que ficou distante da primeira divisão, achou bons nomes no mercado para oferecer ao promissor Maurício Barbieri, que vai encarar um desafio diferente após a boa passagem pelo Flamengo.

É evidente que é difícil para um time que subiu na última temporada ter pretensões maiores do que permanecer entre os 20 melhores times do país. Mas em um Campeonato tão equilibrado, é possível imaginar que um bom trabalho pode levar o Goiás a vôos mais altos já em 2019.

Primeiras escalações de Barbieri na temporada indicam time ofensivo para começar 2019.

É claro que o sistema defensivo ainda parece precisar de reforços nas laterais e na zaga. E que os sinais iniciais deixados por Maurício Barbieri deixam algumas dúvidas. Será possível repetir o 4-1-4-1/4-3-3 dos tempos de Flamengo com apenas um volante? Talvez seja preciso buscar um caminho mais seguro no Campeonato Brasileiro.

Fato é que o Goiás não parece ter voltado para brincar. Se cumprir o planejamento sem tentar mudar a rota no primeiro tropeço, está entre os meus principais favoritos para surpreender em 2019.

TÉCNICO: Maurício Barbieri (no comando desde janeiro de 2019)

CHEGARAM: Maurício Barbieri (T – Sem Clube), Sidão (G – São Paulo), Kevin (LD – Guarani), Rafael Vaz (Z – Universidad-CHI), Yago (Z – Botafogo), Loyola (LE – Melgar-PER), Geovane (V – Vila Nova-GO), Renatinho (M – Botafogo), Marlone (M – Sport), Marcinho (A – Athletico), Júnior Brandão (A – Atlético-GO), Brenner (A – Botafogo) e Leandro Barcia (A – Nacional-URU).

SAÍRAM: Ney Franco (T – Sem Clube), Paulo Henrique (G – Cuiabá), Victor Ramos (Z – Guarani), Edcarlos (Z – Vitória), Breno (Le – Figueirense), Ernandes (LE – Sem Clube), Felipe Gedoz (M – Athletico), Giovanni (M – Coritiba), Renato Cajá (M – Sem Clube), Maranhão (A – Fluminense), Júnior Viçosa (A – América-MG), Felipe Garcia (A – Nagoya Grampus-JAP), Robinho (A – Náutico), Tiago Luis (A – São Bento) e Lucão (A – Sem Clube).

A PROMESSA: Jefferson (LE – 22 anos) – Com passagem pela seleção brasileira sub-20, já ganhou oportunidades na última temporada como titular da posição. Nesta temporada, terá que disputar a posição com um jogador da seleção peruana, mas pode seguir ganhando espaço no time pelo estilo ofensivo.

FIQUE DE OLHO: Marlone (M – 26 anos) – Alternou mais uma vez altos e baixos na última temporada. Aos 26 anos, chega como um dos principais jogadores do Goiás para a temporada e precisa provar que está pronto, inclusive para fazer várias funções no meio como gosta Barbieri.

EM 2019: Campeonato Goiano (favorito ao título), Copa do Brasil (terceira fase) e Campeonato Brasileiro (meio de tabela).

0

About author

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

santos

Pré-Temporada: Santos

É uma união com cara de ter tudo para dar errado...

Leia mais
palmeiras

Pré-Temporada: Palmeiras

O atual campeão brasileiro entra 2019 mantendo o ...

Leia mais
internacional

Pré-Temporada: Internacional

No futebol, em geral, o inimigo mora ao lado. Mas ...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta