Marcação Tática
Pré-Temporada: Palmeiras
15 janeiro, 2018
0
,

Apesar do vice-campeonato nacional, o ano de 2017 não foi bom para o Palmeiras. O investimento foi alto mas o projeto pareceu “quebrado” no meio do caminho com a demissão de Eduardo Baptista e a volta de Cuca ao comando. Ainda que tenha ameaçado brigar com o Corinthians pelo título na reta final, a sensação foi que ficou devendo. E a certeza de que é preciso planejar e acreditar nos planos traçados para ser cada vez mais forte.

 

Outra vez Alexandre Mattos e companhia foram fortes ao mercado. O Palmeiras reforçou a lateral com dois dos melhores jogadores do país em suas posições. Contratou um jogador de seleção brasileira para o meio-campo. Rejuvenesceu o gol com o campeão olímpico Weverton. Só ficou a sensação de que poderia pensar em um substituto para o excelente Mina, embora eu confie no crescimento de Luan e Juninho, que ainda não deram a resposta necessária pelo clube.

 

No comando, Roger Machado, que também precisa dar respostas. Ainda que sua demissão no Atlético-MG tenha sido antecipada em 2017, o trabalho foi decepcionante. O técnico promissor, de ideias modernas, resumiu seu time aos chuveirinhos muitas vezes. No Palmeiras, tem elenco à disposição para elevar o trabalho a outro nível. Me parece ter competência para tal, também.

Pré-Temporada, Palmeiras,

Primeiros passos do Palmeiras de Roger são no 4-2-3-1.

Nos primeiros treinos e testes, Roger Machado ensaiou o time no 4-2-3-1, embora possa testar outras alternativas ao longo da temporada. Com Moisés e Tchê Tchê no elenco, inclusive, acho que o 4-1-4-1 poderia caber melhor, mesmo que Lucas Lima as vezes deixe a desejar no comportamento sem a bola. De toda maneira, só o elenco do Cruzeiro me parece à altura para oferecer opções diferentes de jogar. O Palmeiras é um time com boa rodagem, com vários jogadores no auge da carreira e com muitas opções.

 

Mas futebol não é receita de bolo e a receita do sucesso não é simples. Ter paciência nas cobranças pode ser fundamental para permitir que o time arranque e cresça naturalmente com o decorrer dos jogos e da temporada. A “obrigação” por títulos não pode exigir, mesmo quando o investimento é alto como tem sido no Palestra. Para competir em bom nível, além de um ótimo elenco, é preciso planejamento e paciência. Assim, será sempre um forte candidato.

 

TÉCNICO: Roger Machado (no comando desde janeiro de 2018)

CHEGARAM: Weverton (G – Atlético-PR); Marcos Rocha (LD – Atlético-MG); Emerson Santos (Z – Botafogo); Diogo Barbosa (LE – Cruzeiro); Victor Luis (LE – Botafogo); Lucas Lima (M – Santos) e Allione (M – Bahia).

SAÍRAM: Mina (Z – Barcelona-ESP); Egídio (LE – Cruzeiro); Arouca (V – Atlético-MG); Zé Roberto (M); Raphael Veiga (M – Atlético-PR); Roger Guedes (A – Atlético-MG) e Erik (A – Atlético-MG).

A PROMESSA: Artur (M – 19 anos). Após ser um dos principais jogadores do Londrina na Série B, volta ao Palmeiras para buscar seu espaço. Meia que joga pelo lado, tem talento de sobra para disputar uma vaga no concorrido time palmeirense. Tendência, apesar de tudo, é que tenha poucos minutos.

(Em 2017 a aposta foi em Vitinho, que acabou negociado com o Barcelona, onde tem atuado no time B.)

FIQUE DE OLHO: Lucas Lima (M – 27 anos). Ainda que tenha deixado a pior impressão possível nos últimos meses de Santos, está entre os jogadores mais talentosos em atividade no país. Ainda com chance de jogar a Copa do Mundo, precisa jogar o máximo da carreira para conquistar os palmeirenses e uma vaga no grupo de Tite.

EM 2018: Campeonato Paulista (briga pelo título), Libertadores (briga pelo título), Copa do Brasil (briga pelo título) e Campeonato Brasileiro (briga pelo título).

 

AS APOSTAS DO BLOG EM 2017 (em negrito os acertos): Campeonato Paulista (briga pelo título), Libertadores (briga pelo título), Copa do Brasil (briga pelo título) e Campeonato Brasileiro (favorito ao título).

0

About author

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Grêmio, Luan, Recopa

Grêmio precisa aproveitar melhor se quiser ter Luan como falso 9

Apesar do vice-campeonato nacional, o ano de 2017 ...

Leia mais
Vitória, Pré-Temporada,

Pré-Temporada: Vitória

Apesar do vice-campeonato nacional, o ano de 2017 ...

Leia mais
Vasco, Pré-Temporada,

Pré-Temporada: Vasco

Apesar do vice-campeonato nacional, o ano de 2017 ...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta