Marcação Tática
Pré-Temporada: Paraná
16 Janeiro, 2018
0
,

De volta à Série A depois de um longo tempo de ausência, o Paraná aposta na continuidade do projeto, sem extravagâncias, para se manter na elite. Sem dinheiro para investir, o clube foi pouco ao mercado apesar de muitas baixas importantes no elenco. Brock, Maidana, Gabriel Dias, Renatinho e Róbson são alguns dos jogadores que deixaram o clube. Há mudança também no comando, com Wágner Lopes que comandou a equipe no início do ano passado retornando para 2018.

 

Os reforços contratados até aqui a princípio não empolgam. Luis Carlos deve começar a temporada como titular no gol enquanto o promissor Richard se recupera de uma cirurgia. Néris e Márcio também pintam como prováveis titulares na defesa. Os dois, aliás, estão no grupo pequeno de jogadores do elenco com experiência em Série A. Do time titular que inicia a temporada, Néris, Alex Santana (uma partida), Guilherme Biteco e Alemão são os únicos que já entraram em campo na elite nacional. Pouco.

 

De toda forma, o clube parece apostar no que funcionou bem no ano passado. Aposta em jogadores jovens (muitos formados no clube) e sinergia com a torcida para buscar os resultados. Será difícil, como é de se imaginar para quase todos os times que sobem da Série B.

Paraná, Pré-Temporada,

Primeiros desenhos do Paraná em 2018, no 4-2-3-1.

Será fundamental para o time ter uma defesa sólida para conseguir aproveitar a velocidade dos ponteiros Feijão e Biteco. Alex Santana tem boa qualidade no passe mas pode não ser suficiente para fortalecer o necessário na marcação no meio-campo. Além disso, Alemão apesar dos sete gols na última temporada, não transmite a confiança suficiente para uma equipe que jogará em um nível muito superior.

 

O Paraná não empolga no início da temporada. Mas também não estava entre os times apontados no início do ano passado para subir à Série A. É melhor ter paciência e observar bem o trabalho de reconstrução que tem sido feito na Vila Capanema. Com seriedade e pé no chão.

 

TÉCNICO: Wágner Lopes (no comando desde janeiro de 2018)

CHEGARAM: Luis Carlos (G – Vila Nova); Alemão (LD – Internacional); Rafael Nascimento (Z – Rio Preto); Charles (Z – Joinville); Márcio (Z – Coritiba); Néris (Z – Sport); Alex Santana (V – Internacional); Torito González (V – Cerro Porteño-PAR); João Paulo (M – Santa Cruz); Diego Gonçalves (A – Internacional) e Zé Carlos (A – CRB).

SAÍRAM: Cristovam (LD – Suwon Bluewings-COR); Iago Maidana (Z – Atlético-MG); Eduardo Brock (Z – Goiás); Assis (LE – Novo Hamburgo); Gabriel Dias (V – Internacional); Murilo (M – Joinville); Vinicius Kiss (M – São Caetano); Renatinho (M – Botafogo); Róbson (A – Bangkok United-TAI); Rafinha (A – Pattaya United-TAI) e Daniel Morais (A – Vila Nova).

A PROMESSA: Vitor Feijão (A – 21 anos). Já teve muitos minutos na última edição da Série B. O baixinho e veloz ponteiro deve ganhar mais oportunidades como titular nesta temporada com a saída de jogadores importantes da equipe. Precisa melhorar a pontaria para se manter entre os titulares.

FIQUE DE OLHO: Richard (G – 26 anos). Um dos principais jogadores do time na última Série B renovou o contrato e será o titular assim que se recuperar de uma cirurgia. Revelado no São Paulo, deve ter muitas oportunidades para mostrar serviço em um time que tende a sofrer.

EM 2018: Campeonato Paranaense (briga pelo título), Copa do Brasil (terceira fase) e Campeonato Brasileiro (luta contra o rebaixamento).

0

About author

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Grêmio, Luan, Recopa

Grêmio precisa aproveitar melhor se quiser ter Luan como falso 9

De volta à Série A depois de um longo tempo de a...

Leia mais
Vitória, Pré-Temporada,

Pré-Temporada: Vitória

De volta à Série A depois de um longo tempo de a...

Leia mais
Vasco, Pré-Temporada,

Pré-Temporada: Vasco

De volta à Série A depois de um longo tempo de a...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta