Marcação Tática
Pré-Temporada: São Paulo
26 janeiro, 2017
0
,

Rogério Ceni antecipou os planos para realizar seu sonho. Antes do que se imaginava, assume o comando do São Paulo e começa a carreira na prateleira de cima. As primeiras impressões são positivas: ideias modernas, antenado com o que está acontecendo fora do Brasil. Também já é possível perceber algo que pode ser visto positiva ou negativamente: o ex-goleiro terá a paciência de imprensa e torcida muito maior do que os outros concorrentes.

 

Isso vai permitir a Ceni errar mais e arriscar mais. Como o maior ídolo do clube, tem carta branca inclusive para reclamar da diretoria, pedir reforços, fazer ajustes e dar espaço aos garotos da base. Se vai acontecer tudo como planejado, só o tempo dirá.

 

Em campo, nos primeiros amistosos, o São Paulo mostrou que terá várias caras ao longo da temporada. Mudou facilmente e diversas vezes de posicionamento na mesma partida. Do 3-4-3 ao 4-1-4-1 passando pelo 4-2-3-1 e o 4-3-3. Será um time com espaço para jogadores polivalentes e por isso atletas como Rodrigo Caio, Breno, Buffarini, Thiago Mendes e Wesley devem ganhar moral com o “professor”.

 

saopaulo_pretemporada

Ainda existem lacunas. O desempenho de Breno após um 2016 difícil ainda deixa dúvidas assim como as outras opções para formar um trio de zaga com Rodrigo Caio e Maicon. Buffarini se vira bem improvisado na ala esquerda, mas seria importante buscar uma solução para o setor. Sem falar no ataque, que tem muitas opções para os lados mas nenhum centro-avante confiável (Chávez que começou muito bem por ali, rende melhor ao lado de um 9).

 

A exemplo do que acontece no Corinthians, o São Paulo terminou o último ano deixando a impressão que tinha um elenco bem pior do que a realidade. Tem uma equipe titular forte e talvez seja o time no país com mais jovens em condição de crescimento em 2017. Com a paciência e o tempo que Rogério Ceni certamente terá, o trabalho tem tudo para decolar.

 

TÉCNICO: Rogério Ceni (no comando desde janeiro de 2017)

CHEGARAM: Sidão (G – Botafogo); Cícero (M – Fluminense); Wellington Nem (A – Shaktar Donetsk-UCR) e Neílton (A – Botafogo).

SAÍRAM: Léo (G – Paraná); Auro (LD – América); Matheus Reis (LE – Bahia); Mena (LE – Cruzeiro); Reinaldo (LE – Chapecoense); Hudson (V – Cruzeiro); Banguelê (V – Novorizontino); Michel Bastos (M – Palmeiras); Jean Carlos (M – Goiás); Ytalo (A – Audax) e Kelvin (A – Porto).

A PROMESSA: Felipe Araruna (V – 20 anos). Volante moderno, de boa saída de bola e versátil. Se encaixa muito bem no modelo de jogo de Rogério Ceni e deve ganhar espaço, principalmente com a saída de João Schmidt.

(Em 2016 a aposta foi em David Neres, que jogou 8 jogos e marcou três gols no último Campeonato Brasileiro. Titular da seleção sub-20, deve ganhar ainda mais espaço em 2017)

FIQUE DE OLHO: Thiago Mendes (V – 24 anos). Demorou para se adaptar após chegar como promessa do Goiás mas foi um jogador fundamental no último semestre. Volante rápido e de bom passe, tem tudo para se tornar peça fundamental no time de Ceni.

EM 2017: Campeonato Paulista (briga pelo título), Sul-Americana (briga pelo título), Copa do Brasil (quartas de final) e Campeonato Brasileiro (briga por vaga na Libertadores).

 

AS APOSTAS DO BLOG EM 2016 (em negrito os acertos): Campeonato Paulista (favorito ao título), Copa Libertadores (quartas de final), Copa do Brasil (semifinal) e Campeonato Brasileiro (briga pelo título).

0

About author

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Grêmio, Luan, Recopa

Grêmio precisa aproveitar melhor se quiser ter Luan como falso 9

Rogério Ceni antecipou os planos para realizar se...

Leia mais
Vitória, Pré-Temporada,

Pré-Temporada: Vitória

Rogério Ceni antecipou os planos para realizar se...

Leia mais
Vasco, Pré-Temporada,

Pré-Temporada: Vasco

Rogério Ceni antecipou os planos para realizar se...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta