Opinião
Avaí vence em mais um “jogo padrão” do Brasileiro
24 julho, 2017
0
, , ,

É um filme que tem se repetido no Campeonato Brasileiro: o time que sai atrás fica mais tempo com a bola no pé, finaliza mais, pressiona o adversário. E não vence. Foi assim na Ressacada neste domingo: o Avaí jogou o mínimo para conquistar o máximo de pontos. Um “jogo padrão”.

 

Cruzeiro, Avaí, Brasileiro, Jogo padrão,

Jamira Furlani/Avaí FC

Mesmo como visitante, o Cruzeiro foi melhor durante os 90 minutos. Controlou o adversário, jogou no campo de ataque, adiantou as linhas para pressionar a saída de bola, criou chances de marcar. Mano acertou ao usar um time forte mesmo com compromisso próximo pela Copa do Brasil. Vencer seria confirmar a reação no Campeonato e na temporada.

Do outro lado, o Avaí também precisava do resultado positivo para confirmar o crescimento recente. Tem jogado bem nas últimas sete rodadas, principalmente contra os times da parte de cima da tabela. Mas tinha dificuldade para jogar e só foi finalizar pela primeira vez depois dos 20 minutos. A única finalização do time no primeiro tempo. O gol de Júnior Dutra no vacilo de Léo, que demorou para reagir.

 

No restante do jogo, o que se viu foi o Cruzeiro martelando. Com mais ou menos volume, sempre esteve ocupando o campo ofensivo. Mas definindo mal os lances. Rafael Sóbis voltou a ter tarde apagada e desta vez Thiago Neves não achou tanto espaço pra jogar. Quando entrou na área e acertou a finalização, o time de Mano Menezes esbarrou em mais uma ótima atuação de Douglas. Ou no pênalti claro sobre Élber que a arbitragem ignorou.

 

Impressiona como o Cruzeiro não consegue confirmar a reação e traduzir a melhora no desempenho em pontos. Só conquistou dois dos últimos nove, mesmo jogando bem nas últimas três partidas. A partida de ontem escancarou mais uma vez que foi um erro abrir mão de Ábila, o atacante que precisava finalizar menos para marcar gols. E a falta que faz Alisson, o “abridor de defesas”.

 

Impressiona como o Avaí cresceu de produção nos últimos jogos, entendendo o Campeonato. Fazendo o “jogo padrão”, vai seguindo a vida e somando pontos importantes. Se a matemática ainda promete uma competição dura pela frente, os desempenhos recentes permitem sonhar.

0

Sobre o autor

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

O “jeitinho brasileiro” do Grêmio é jogo sujo

É um filme que tem se repetido no Campeonato Bras...

Leia mais

Benedetto e a dura realidade do esporte

É um filme que tem se repetido no Campeonato Bras...

Leia mais

Campeonato Brasileiro no mundo da Lua

É um filme que tem se repetido no Campeonato Bras...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta