Opinião
Clubes podem e devem caminhar juntos
17 fevereiro, 2017
0
, ,

Duas notícias interessantes do futebol paranaense nesta sexta-feira. A primeira, que o Atletiba do Campeonato Estadual deve ser transmitido pelo Youtube pelas duas equipes, por falta de acordo com a TV Globo. A outra, que a Arena da Baixada também pode se tornar a “casa” do Coritiba em um acordo que envolve inclusive o governo estadual.

 

atleticopr_coritiba

Rivais dentro de campo, Atlético-PR e Coritiba já conseguem trabalhar bem e trabalhar juntos desde o ano passado. Não é a primeira vez que pensam de forma conjunta e a tendência é que possam crescer desta maneira. Lamentavelmente, são exceção, não regra.

 

O que vemos no Brasil são clubes fazendo o possível para prejudicar o rival fora de campo. Pouca abertura para diálogo. Não é por acaso que projetos conjuntos como a Primeira Liga (que não conta mais com a dupla paranaense) naufraguem. Tudo começa bem até aparecerem os interesses e aí normalmente tudo desanda.

 

Ter um estádio único seria ótimo para o futebol paranaense. Poderia canalizar não só o investimento dos clubes como também a busca por shows e eventos em um centro não tão comercial assim.

 

Discutir a venda de direitos de TV de forma conjunta também é um ótimo caminho. Impede grandes injustiças e mais do que isso, o efeito cascata: um assina e todos os outros se vêem obrigados a aceitar o acordo para não ficar atrás financeiramente.

 

Atlético-PR e Coritiba dão um exemplo que deveria ser seguido, mas provavelmente não vai. Aliás, é difícil até apostar até onde serão capazes de levar a “parceria” os “rivais” paranaenses.

0

Sobre o autor

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Botafogo chegou ao limite, Grêmio pode chegar mais longe

Duas notícias interessantes do futebol paranaense...

Leia mais

VAR no Brasil: problema não é quando, é como

Duas notícias interessantes do futebol paranaense...

Leia mais

Galo dá passo importante em direção ao futuro

Duas notícias interessantes do futebol paranaense...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta