Opinião
Douglas pode voar alto mas deixa Vasco enfraquecido
12 julho, 2017
0
, , ,

Se me perguntassem na semana passada os dois principais motivos para acreditar na permanência do Vasco na Série A do Campeonato Brasileiro, não teria dificuldade em responder: São Januário e Douglas. O time que vinha demonstrando força em casa, com o apoio do torcedor, tinha em campo um representante principal. O jovem volante, dono do meio-campo. Perdeu ambos.

 

Douglas, Vasco, City

Paulo Fernandes/Vasco

São Januário dificilmente voltará a ser usado neste Campeonato Brasileiro. A confusão contra o Flamengo deve causar punição grande e justa (ainda que não seja o estádio o culpado pelos absurdos, como já dissemos aqui). Sem ele, claramente o Vasco perde força na Série A.

A saída de Douglas é ainda pior. Negociado com o Manchester City por 13 milhões de euros, o jovem volante era o principal jogador do meio-campo de Cristóvão Borges, que não tem substituto à altura. Foram apenas 39 jogos como profissional (e cinco gols), o suficiente para credenciar o jogador a uma transferência para um dos clubes mais ricos do mundo.

 

Douglas tem muito talento. É jogador de força física e muita dinâmica. O segundo aspecto, deve melhorar ainda mais nas mãos de Guardiola, um obcecado por jogadores que tocam e se apresentam. É claro que quando se dá um passo deste tamanho ainda em formação, corre-se o risco de atuar pouco e acabar encostado, prejudicando o desenvolvimento. É possível citar dezenas de casos semelhantes, principalmente de jogadores que foram para o futebol inglês como Lucas Piazon e Kennedy. Nenhum dos dois, porém, tão promissor quanto o volante do Vasco.

 

O jovem tem tudo para crescer cada vez mais como jogador e firmar seu espaço no elenco do City, ainda que dificilmente brigue por uma posição entre os titulares na primeira temporada. O Vasco, fica com quase nada. O dinheiro não deve ser reinvestido em grandes contratações até porque o mercado não oferece grandes nomes no momento. Sem Douglas e sem São Januário, ficou um pouco mais difícil apostar que desta vez o time carioca voltou para ficar.

0

Sobre o autor

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Botafogo chegou ao limite, Grêmio pode chegar mais longe

Se me perguntassem na semana passada os dois princ...

Leia mais

VAR no Brasil: problema não é quando, é como

Se me perguntassem na semana passada os dois princ...

Leia mais

Galo dá passo importante em direção ao futuro

Se me perguntassem na semana passada os dois princ...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta