Opinião
O Atletiba com dois vencedores
20 Fevereiro, 2017
0
,

Já havia escrito aqui neste blog na última sexta que Atlético-PR e Coritiba caminhavam juntos em um exemplo que deveria ser seguido pelos outros clubes do Brasil. Ontem, reforçaram ainda mais esta escolha ao não aceitarem a imposição tola da Federação e deixarem de jogar o clássico mesmo com o estádio cheio a espera da partida. Não por acaso, foram aplaudidos de pé por todos os presentes.

 

atleticopr_coritiba_abraco A cena marcante e simbólica dos times entrando juntos com jogadores intercalados é importante para se repensar o futebol no país. Qual a necessidade das Federações que servem mais como cabide de emprego e política do que para ajudarem de fato o futebol a se desenvolver. Qual a melhor forma de negociação com a televisão para os direitos de transmissão e quanto poder deve ser dado à TV Globo ou qualquer outro parceiro.

Os clubes são os verdadeiros proprietários do espetáculo e não devem terceirizar isso com ninguém. Nem CBF, nem Federação, nem TV. Caminhando juntos, tem mais poder de negociação e mais força para bater de frente contra quem quer que seja. Ou você acha que se não tivessem lado a lado, Atlético-PR ou Coritiba deixariam de jogar a partida dando os pontos de mão beijada ao rival?

 

O exemplo dado no Paraná é importante e precisa ser seguido. O apoio de outros clubes pode servir como um embrião para uma liga de verdade. Não a “Primeira”, que fracassou justamente porque cedeu tudo para CBF e TV, se tornando um torneio insignificante já na sua segunda temporada.

 

Uma união real dos clubes não é mais uma utopia. Graças à dupla Atletiba que venceu junta o clássico deste domingo.

0

About author

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Diniz faz bem e é necessário

Já havia escrito aqui neste blog na última sexta...

Leia mais

Ba-Vi da vergonha

Já havia escrito aqui neste blog na última sexta...

Leia mais

Reconhecer seu estilo é o desafio para o São Paulo

Já havia escrito aqui neste blog na última sexta...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta