Opinião
O gol mais bonito do rádio não se cala, pois será eterno
22 agosto, 2017
0
,

Gosto de futebol desde que me entendo por gente. Desde então, gosto também de acompanhar transmissões pelo rádio. Vira e mexe me pego ouvindo narrações históricas na internet. Pelo menos uma vez por semana costumo buscar jogos ao vivo em rádios de outros estados. Não foi por acaso que fiz jornalismo e que acabei na Rádio Globo e depois na Transamérica.

 

Willy Gonser, Rádio, Gol,

Omar Freire

Uma das vozes que embalou minha adolescência foi a de Willy Fritz Gonser. O paranaense que por anos narrou os jogos do Atlético-MG na Itatiaia. Antes na Jovem Pan de São Paulo e na Rádio Gaúcha, contou a história de jogos que só vi mais tarde, pelo Youtube. Hoje, infelizmente, nos deixou e foi descansar.

Willy não era o meu narrador preferido, apesar do justo apelido de “mais completo do Brasil”. Mas havia algo nele que me encantava: pra mim, era o gol mais bonito do rádio. Ao contrário da grande maioria dos narradores, ele se acostumou a deixar o protagonismo do momento mais importante de um jogo para a torcida. A marca do seu “grito de gol” era o sobe-som do ambiente do estádio, seguido pelo inesquecível “bola no barbante”. Willy não gostava de narrar gols fictícios justamente por este motivo: para ele, o mais importante era a emoção do campo.

 

Tive apenas uma passagem marcante com ele. Ainda estagiando na PUC TV, escalado para uma reportagem para um programa que ainda iria estrear, parceria com o curso de fonoaudiologia. Fui entrevistá-lo para saber quais cuidados ele tomava com a voz. “Tomo cerveja todos os dias, garoto”. Assim começou a conversa e a entrevista, que deve ter durado uns 20 minutos.

 

O gol mais bonito do rádio não se calou hoje. Será eterno. No estilo que incentivou centenas de narradores espalhados pelo país ou na ótima imitação de Eduardo Madeira, o “Willy Cover” da 98 FM. Mais uma parte importante da história do rádio esportivo ficou para a eternidade.

0

Sobre o autor

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

O “jeitinho brasileiro” do Grêmio é jogo sujo

Gosto de futebol desde que me entendo por gente. D...

Leia mais

Benedetto e a dura realidade do esporte

Gosto de futebol desde que me entendo por gente. D...

Leia mais

Campeonato Brasileiro no mundo da Lua

Gosto de futebol desde que me entendo por gente. D...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta