Opinião
Os números do Brasileirão – Rodada 13
14 julho, 2017
0
, , , , , , , , , , , , ,

Com a ajuda dos sites FootstatsWhoScored e Sr Goool, é possível levantar alguns números a respeito do Brasileirão. E a ideia é tentar analisar alguns dos mais importantes aqui, rodada após rodada.

 

A 13ª rodada foi a dos visitantes. A exemplo do que já havia acontecido outras três vezes, venceram mais do que os times da casa. Mas desta vez, um recorde histórico: desde a criação do formato atual (20 clubes com pontos corridos), não haviam acontecido oito vitórias dos visitantes na mesma rodada. Bom para o Corinthians, que completou o sexto jogo sem derrota longe de casa e segue se consolidando em tudo na competição.

Hoje, o Corinthians tem a melhor campanha como mandante, como visitante e a melhor defesa. Completou sete jogos sem sofrer gols. Ainda lidera as estatísticas de passes certos, dribles, lançamentos e impedimentos (a única marca negativa). É o líder com folga, e com justiça.

 

Se a coisa está ótima para o Corinthians, o mesmo não pode ser dito de São Paulo e Fluminense. O tricolor paulista é o primeiro time a passar oito rodadas consecutivas sem vencer na competição. Já o carioca, é o primeiro a completar cinco jogos sem vencer dentro de casa. Não por acaso, estão na parte de baixo da tabela.

 

A 13ª rodada teve ainda outros recordes interessantes.

 

Lucca, da Ponte Preta, que até então vinha aparecendo somente em estatísticas positivas (é o jogador que mais sofre falta na competição), bateu o recorde de cruzamentos errados em um só jogo: foram 19 contra o Bahia. Assim, se igualou a Júnior Tavares como os que mais erram o fundamento na competição.

 

Quem também bateu marca negativa foi a Chapecoense, primeiro time a levar oito cartões amarelos em um só jogo no Brasileirão.

 

Para encerrar, é preciso falar de Luan. O melhor jogador em atividade no Brasil marcou contra o Flamengo e assumiu a liderança na participação direta de gols da competição: são cinco marcados além de seis assistências, com onze no total, deixando para trás Henrique Dourado e Jô.

0

Sobre o autor

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

O “jeitinho brasileiro” do Grêmio é jogo sujo

Com a ajuda dos sites Footstats, WhoScored e S...

Leia mais

Benedetto e a dura realidade do esporte

Com a ajuda dos sites Footstats, WhoScored e S...

Leia mais

Campeonato Brasileiro no mundo da Lua

Com a ajuda dos sites Footstats, WhoScored e S...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta