Opinião
Pobre São Januário
8 julho, 2017
0
, , ,

Só fui uma vez à São Januário. Era Carnaval em 2013, eu estava no Rio de Janeiro, e não queria perder a oportunidade de conhecer um estádio que sempre me cativou pela TV. Não lembro quem o Vasco venceu naquele dia, em um jogo ruim de Campeonato Carioca. Mas era possível respirar história só de estar ali. Fui embora satisfeito.

 

Vasco, Flamengo, São Januário

André Durão

É verdade que a estrutura não é das mais confortáveis e que o entorno do estádio também não é simples. Mas com boa vontade e educação, é possível realizar qualquer jogo em qualquer lugar. Infelizmente não foi o caso desta tarde e São Januário não tem nada com isso.

As lamentáveis cenas de violência após a vitória do Flamengo por 1 a 0 neste domingo, não prova que estavam certos aqueles que diziam que o estádio não tem condições de receber um clássico. Já recebeu vários sem grandes ocorrências. Vai receber muitos outros, provavelmente. O Beira-Rio, palco de Copa do Mundo, vê jogo após jogo, a torcida do Internacional causar confusão e vandalismo. Aconteceu no Serra Dourada recentemente. E em todos os outros estádios do país.

 

Enquanto o futebol for terra de ninguém, tudo seguirá como está. O Vasco merece ser punido por ser o mandante e por ser sua torcida a causadora da confusão. São Januário, tão importante para o clube neste início de Brasileiro, deve ficar com portões fechados por um bom tempo. Justo, sem dúvidas. Mas ainda assim não é o estádio o culpado pela confusão. Concreto não causa briga. Uma pessoa que vai para um jogo de futebol carregando bombas, sim. E ela precisa ser severamente enquadrada.

 

Sou a favor de clássicos no Maracanã. Com torcidas divididas. É para mim o cenário ideal para o espetáculo e para a história dos grandes jogos.

 

Mas o Vasco tem todo o direito de escolher onde quer jogar. E o histórico São Januário, que me fez abrir mão de uma noite de carnaval para que pudesse conhecê-lo, pode receber o jogo que for. É preciso educação e punição. Nada mais.

0

Sobre o autor

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Botafogo chegou ao limite, Grêmio pode chegar mais longe

Só fui uma vez à São Januário. Era Carnaval em...

Leia mais

VAR no Brasil: problema não é quando, é como

Só fui uma vez à São Januário. Era Carnaval em...

Leia mais

Galo dá passo importante em direção ao futuro

Só fui uma vez à São Januário. Era Carnaval em...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta