Opinião
Santos é o único culpado por eliminação dura na Libertadores
29 agosto, 2018
0
, , , , ,

As palavras do técnico Cuca após a traumática eliminação na Libertadores com o empate sem gols ontem a noite diante do Independiente deixam claro que só há um culpado na escalação irregular de Carlos Sanchez no jogo de ida: o próprio Santos. Ainda que desde a manhã de ontem o clube, com ajuda de imprensa e torcedores, tenha tentado responsabilizar a Conmebol pela punição dura com derrota por 3 a 0 no jogo de ida que na realidade terminou empatado. A ideia inclusive culminou com o caos no Pacaembu e o jogo encerrado antes do tempo devido. Atiraram no culpado errado.

 

Santos, Sanchez, Libertadores,

Ivan Storti/Santos FC

É evidente que há muito a ser melhorado na Conmebol e na organização da Libertadores. É claro que se existe um sistema de registro de punições ele deveria conter todas elas e ser confiável. É óbvio que o resultado de um julgamento que altera o resultado de um jogo de ida não deveria sair na manhã da partida de volta em um mata-mata. A federação sul-americana de futebol é condenável em vários aspectos. Mas além de lembrar que o Santos (assim como todos os clubes brasileiros) tem parcela de culpa na manutenção dos mesmos nos cargos diretivos de federações em todos os âmbitos é preciso dizer que desta vez a Conmebol cumpriu a risca o regulamento.

 

Existem injustiças no regulamento, que permitem por exemplo o River Plate passar ileso mesmo tendo escalado um jogador de forma irregular por sete partidas. Mas o regulamento é, ou deveria ser, conhecido por todos os clubes que disputam a competição. Assim como o fato de punições antigas não constarem no sistema implantado pela Conmebol.

 

O Cruzeiro teve o capricho de deixar fora da sua estreia dois titulares em um jogo difícil fora de casa na Argentina. Preferiu não arriscar sem uma posição oficial da Conmebol. O próprio River Plate, na dúvida, exigiu um documento da entidade antes de escalar o seu jogador.

 

É inaceitável em pleno 2018, com tanta gente empregada no departamento de futebol dos grandes clubes, um erro tão infantil. Que coloca tanto em risco. Não por acaso, demissões já começaram no setor responsável pelo registro dos atletas no Peixe (que já perdeu muito ao não conseguir inscrever reforços a tempo de jogar na Copa do Brasil).

 

O Santos pode demonizar a Conmebol pela eliminação. Deve recorrer a todas as instâncias para tentar reverter a decisão desfavorável no tribunal. Mas precisa saber também que é o único responsável pela traumática eliminação da noite desta terça. Aprender e mudar.

0

About author

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Flamengo precisa parar de tratar toda derrota como fracasso

As palavras do técnico Cuca após a traumática e...

Leia mais

Segue o looping da reciprocidade negativa em Minas

As palavras do técnico Cuca após a traumática e...

Leia mais

Não é só técnicos que trocamos além da conta

As palavras do técnico Cuca após a traumática e...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta