Opinião
São Paulo tira o sofá da sala
9 março, 2018
0
, ,

Menos de um ano depois de contratado, Dorival Júnior foi demitido pelo São Paulo. Deu a lógica após um início de ano cheio de turbulências e uma campanha ridícula no Campeonato Paulista. O técnico já respirava por aparelhos no cargo nas últimas semanas e era difícil imaginar qualquer tipo de reversão. Cultural.

 

Dorival Júnior, São Paulo

Marcos Ribolli – Globoesporte.com

Já havia dito aqui neste espaço que o São Paulo precisava reconhecer o seu estilo em 2018. As contratações não podem ser chamadas de ruim embora algumas tenham sido sobrevalorizadas e quase nenhuma combine com o estilo de trabalho do treinador. A impressão, de fora, é que Dorival sempre esteve à margem da montagem do elenco. Um erro gravíssimo.

 

É verdade que o técnico vinha tentando. Depois de acelerar a entrada de Diego Souza no time, tirou ele e Nenê da equipe titular e vinha buscando outras alternativas. Difícil ajeitar um time com tantos jogos em poucos dias e com tanta pressão por resultados. Tudo só vem para dificultar.

 

Claro que Dorival teve muitos erros na passagem pelo São Paulo. Não há justificativa para um aproveitamento de apenas 42% no campeonato estadual com um elenco que tem qualidade apesar das carências evidentes. Mas é muito simples para a diretoria, mais uma vez, colocar toda a responsabilidade no treinador.

 

De 2015 para cá, o São Paulo vai para o oitavo técnico (fora interinos). Dos mais variados estilos e perfis. Experiente, novato, linha dura, ofensivo, defensivo. Talvez seja a hora de deixar o sofá onde está. E procurar onde está o verdadeiro culpado.

 

PS: Dorival Júnior é o quarto técnico demitido na Série A em 2018. Só um time jogou mais de 15 partidas no ano, que está só no começo com partidas encavaladas. Vamos repetir os erros do passado até quando?

0

About author

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

2018, mais um ano em que trocar de técnico não valeu a pena no Brasil

Menos de um ano depois de contratado, Dorival Jún...

Leia mais

Flamengo precisa parar de tratar toda derrota como fracasso

Menos de um ano depois de contratado, Dorival Jún...

Leia mais

Segue o looping da reciprocidade negativa em Minas

Menos de um ano depois de contratado, Dorival Jún...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta