Opinião
Sequência de modelo é caminho para o Corinthians
23 maio, 2018
0
, , ,

Fábio Carille aceitou a proposta que disse ser mentira da imprensa e deixou o Corinthians por “dois caminhões de dinheiro”. Vai trabalhar na Arábia Saudita onde poderá aprender ainda mais em uma cultura diferente e terá um ótimo salário. Deixa os holofotes mas quando quiser voltar ao Brasil certamente encontrará portas muito abertas, daqui quanto tempo for. Faz uma opção mais financeira que técnica, mas que é inquestionável.

 

Carille, Osmar Loss, Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians

Para o Corinthians, atual campeão brasileiro, mais uma baixa importante. Carille soube fazer o time se reencontrar depois de algumas decisões ruins da diretoria quebrando o modelo com Oswaldo de Oliveira e Cristóvão Borges. Conquistou o título nacional com um time a princípio desacreditado. Soube lidar com as perdas para formar uma equipe forte também em 2018. Está classificado na Libertadores e na Copa do Brasil. Ocupa as primeiras posições no campeonato brasileiro.

 

Em um futebol que muda muito, o Corinthians é exemplo a ser seguido no Brasil. Desde Mano, passando por Tite e agora com Carille tenta seguir uma linha de jogo. Claro que os técnicos tem ideias diferentes, mas em geral se assemelham em vários aspectos. Será assim mais uma vez com Osmar Loss. Vitorioso na base e com histórico excelente, teve tempo para conhecer de perto o trabalho e a linha de ideia de Carille e poderá adaptar as suas aos poucos. Normalmente, os times de Loss são mais verticais, tem bola parada forte e costumam marcar um pouco mais a frente que o atual Corinthians está acostumado. Mas ainda assim, o time deve mudar aos poucos. Ser alterado por alguém que está por dentro dos processos pelos quais a equipe passou nos últimos anos e principalmente nos últimos meses. Fundamental.

 

Não existe só uma forma de jogar futebol. E não existem dois técnicos idênticos. Cada um tem a sua particularidade. Mas o Corinthians acerta mais uma vez ao tentar manter uma linha próxima, alguém que conhece o projeto do clube e o modelo de jogo atual. Só o tempo dirá se Osmar Loss funcionará ou não como treinador da equipe. O próprio Carille teve percalços na primeira vez que assumiu. Mas manter o modelo é o caminho que o Corinthians escolhe mais uma vez. E que deve manter a equipe na briga pelos principais títulos do país.

0

About author

Itens relacionados

/ Você também pode verificar esses itens

Rodada de degolas mostra que não mudamos nada

Fábio Carille aceitou a proposta que disse ser me...

Leia mais

Vinicius Júnior, Diniz e o Brasil que torce contra

Fábio Carille aceitou a proposta que disse ser me...

Leia mais

Ataque do Cruzeiro despenca sem atacantes

Fábio Carille aceitou a proposta que disse ser me...

Leia mais

0 comentários

Deixe uma resposta